Eles são o futuro da nação, geração bala por quilo

Perto da minha casa tem um mini-mercado. Lá eles vendem esses doces/balas por quilo, além de salgadinhos e gordices em geral. Também em algum lugar do meu bairro tem escolas. E o que escolas têm a ver com o mini-mercado? Crianças e doces.

Todo dia, as 15:30 o mercadinho vira point da galerinha uniformizada de saia plissada, camisa e calça social e gravata (sim, esse é o uniforme das crianças aqui).

Para evitar confusão, pequenos furtos e super lotação, foi colocado um papel na porta: “Alunos só em grupos de três por vez”.

Herr: “-Bem, não tiro a razão do dono do mercado. Mas se fosse na Alemanha, com certeza as crianças parariam de comprar ali e procurariam outro lugar. Não como ‘derrota’, mas como protesto.”

Eu: “-Bem, se fosse no Brasil eles fariam uma manifestação pacífica. Não como ‘derrota’, mas como protesto.”

E dali até em casa, fomos andando pensativos em silêncio.

Anúncios
Esse post foi publicado em Coisas da Inglaterra. Bookmark o link permanente.

9 respostas para Eles são o futuro da nação, geração bala por quilo

  1. Liza disse:

    Todos os lugares perto de escolas por aqui são assim, se eles pararem de comprar lá terão que procurar um supermercado. Meu eles fazem muita bagunça e falam alto. Eu trabalhava numa loja de cosméticos que eles além de tomarem banho de perfume ainda assustavam os possíveis compradores, minha loja não tinha papel na porta mas eu dava uns dois gritos e mandava ralar :)

  2. Romina Horita disse:

    Se fosse no Brasil, eles tinham quebrado a loja, como forma de protesto, não?
    Kisu!

  3. Chris disse:

    Se você no Brasil, já ia encher de camelô ao lado da lojinha vendendo para as criancinhas barradas rsrs

  4. Rafaela disse:

    Bruna, conheci seu blog e me diverto muito lendo. Moro na Inglaterra as 6 anos e perdi esse olhar de recem chegada. Moro em high Wycombe até pertinho de bracknell bota no Google aí! Bjos

  5. Alana disse:

    Kd postangens?! :(
    Saudades das receitas e dos posts longos!

  6. Laís Farias disse:

    hahahaha Parece meu irmãozinho e a necessidade patológica de doce diária dele! Mas é bem verdade que aqui no Brasil(ou pelo menos aqui no nordeste) iria lotar de carrinho de doce na PORTA da escola! E se fossem que nem os tios que ficavam na frente da escola que eu estudava, até conta dava pra abrir!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s