She had a job

Muito extremamente absurdamente opostamente aos alemães, os ingleses curtem uma conversa em voz alta. No celular, na rua, no mercado. Até o “sorry” tem que ser alto, tipo OH SORRÊY? Com entonação de pergunta. Tá.

Essa semana estava eu na estação de trem. Como a estação de trem é aberta, quando faz frio/venta todo mundo fica na entrada onde compra-se os tickets ao invés de esperar nas plataformas.

Como de costume, perdi o trem que tinha me programado e tive que ficar plantada 30 minutos na entrada da estação esperando o próximo. Lá só tinham 3 pessoas: a tia do guichê, uma outra tia cuidando das catracas e eu.

Parou um trem, saiu um monte de gente passando pelas catracas. Ao perceber a tia das catracas, um monte de adolescente borrão teve que mostrar a carteirinha de estudante (meio ticket pra estudante, sei lá). E aí que quando a boiada toda passou, uma última garota com cara de 20, pele de 30, cabelo rosa e all-star mostrou uma carteirinha suspeita pra tia.

– Quantos anos você tem?
– 14, tia
– Em que ano você nasceu?
– 1995
– Ok, tenha um bom dia

Três minutos depois estávamos novamente apenas as tias e eu. Cada uma na sua ínfima solidão na estação, pensando na morte da bezerra. Aê a tia da catraca pra tia do guichê:

– CLAAAAAAAAIRE, aquela menina que passou disse que tem 14 anos e nasceu em 1995. Aí estava aqui pensando… meu afilhado Daniel, aquele menino que você conheceu, nasceu em Junho de 1995 e vai fazer 18 anos. Então aquela menina não pode ter 14 anos.

– Calma aí, vou pegar a calculadora. Em que ano estamos mesmo?
– 2013
– 2013-1995. É, 18. A menina tem 17 ou 18 anos
– Poxa, vacilei
– Pois
– Vou fazer uma pausa e tomar um chá. Até logo, Claire

Eu ia perguntar pra ela quanto ela ganha, porque ficar sentada analisando carteirinha de estudante e receber por isso deve ser o melhor emprego do mundo. Aí eu lembrei que até com calculadora eu sou uma anta e continuei ali quieta no meu cantinho. Já que estava com o celular na mão, aproveitei e subtraí 1995 de 2013 umas 6 vezes só pra ter certeza e só sei que no fim esqueci minha própria idade (tive que calcular também, 6x).

Que dureza.

Anúncios
Esse post foi publicado em Brunices. Bookmark o link permanente.

13 respostas para She had a job

  1. GUI disse:

    Heheh mostre regra de 3 a um inglês e veja a cabeça deles explodir!

    Muito fracos na matemática em geral :(

  2. Manu Maia disse:

    Ahahahahah!!!!
    Essa foi ótima, coitada da tia, foi passada pra trás. Mas quem sou eu pra falar alguma coisa… sou daquelas que tbm calcolaria 6x no celular. #fuééém =P
    Xoxo

  3. Luana Bacci disse:

    Nao vou nem dizer nada…. hahahahaha
    Porque ate fisicos – como eu – ja fizeram contas erradas. Alias, ate Einstein, no seu primeiro artigo sobre a relatividade geral, deduziu uma equacao errada.
    Se Einstein pode, a Claire tambem pode.

  4. Flora disse:

    Hahaha… olha, eu sempre digo que o nome disso é a idade chegando… Eu to um pouco pior, erro conta de fuso horario… ou seja, aqui a idade chegou e se instalou!

  5. teaontheroof disse:

    É muito louco, a gente tá em 2013! Treze! 14 anos é só um a mais, não tinha como chegar em 95. Só que a gente pensa – institivamente – que quem nasceu em 2000 tem uns 5 anos kkk -truestory

  6. Eve disse:

    eu só não demorei para fazer a conta porque a daqui nasceu em 94 e tem 18. mas, ó, mesmo assim eu fiz. hahaha

  7. Romina Horita disse:

    AUHAUHAUAHUA eu ficaria na mesma situação

    Kisu!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s