Sabe, Bruna…

Pra que não sabe, sou Nanny (Childminder, Tagesmutter, Babá, como quiser chamar). Do tipo por acidente que acabou profissionalizando.

E aí que minha chefe me indicou para uma amiga que estava precisando de um extra help temporário. Lá fui eu toda Mary Poppins com minha bicicleta vermelha de cestinha <3.

Esta amiga mora numa casa gigantesca, num condomínio isolado, seguro e phyno rodeado por vários campos de golf e lagos. O lugar é tão remoto que nem a casa dela e as casas vizinhas têm cortinas. As janelas (dezenas delas) são simplesmente assim como são, iluminando os cômodos sociais com luz natural (ou não, falando do clima inglês).

Ela é uma pessoa super do bem, educada, simples, aparentemente com cabeça no lugar e tal. E aí que estávamos sentadas com as crianças no meio das centenas de brinquedos e do nada um caminhãozinho Fischer-Price atrás de mim começou a piscar e tocar música. Perguntei se o brinquedo funcionava com sensor ou algo assim, já que ninguém encostou no bendito.

Ela me diz: – “Sabe, Bruna… eu acredito em vida após a morte. Todas as noites eu deixo todos os brinquedos que emitem som e luz ‘ligados’ aqui, para que almas de outras crianças possam vir brincar. Você entende ou acha loucura minha?”

WTF WTF WTF WTF

Como era meu primeiro dia, no fim estávamos tomando uma xícara de chá na sala e papeando perto das dezenas de janelas com vista para árvores altas, arbustos e campos de golf. No meio do papo que estava fluindo muito bem, ela me olha e diz:

– “Sabe Bruna… desde quando me mudei pra essa casa há três anos, eu vejo um fantasma atrás daqueles arbustos ali. Um senhor vestido com roupas de jogar golf. Mas já me acostumei, sabe? Os cachorros nem ligam mais. Ou têm medo, sei lá. Gostaria de mais uma xícara de chá?”

E  A MULHER NÃO ME COLOCA CORTINAS NA SALA PORQUÊ?!

Mas olha, que bom que é trabalho temporário. Porque nem pagando bem.

Anúncios
Esse post foi publicado em Brunices. Bookmark o link permanente.

30 respostas para Sabe, Bruna…

  1. Eve disse:

    hahahaha
    Sabe, Bruna…coisa é imaginar ela bater na porta pra pedir mais uma xícara de chá.
    zezuis!

  2. Eve disse:

    *ele, o senhor nos arbustos.

  3. Coca. disse:

    Cruzes…cada um com sua mente ou crença não? E…você tem certeza que o povo, incluindo ela que residem aí é tudo vivo?? No primeiro apito do caminhãozinho eu já estaria na bike a duas milhas de distância…ehehehhe.

  4. Liana disse:

    fico imaginando tua reação! hehe :)

  5. Luana Bacci disse:

    “Você entende ou acha loucura minha?” acho loucura sua…
    Dona, a senhora ja viu “uma mente brilhante”? Entao…

  6. Laura Marangoni disse:

    Pagava pra ser uma mosca e ver a gotinha de suor caindo enquanto você fazia cara de paisagem haha

    • brunahagemann disse:

      Aqueles 2 segundos entre a pergunta dela e minha resposta (a qual NÃO LEMBRO) na verdade pareceram 5 minutos. Dizem que os fantasmas não têm noção do tempo, espero que a chefa também :/

  7. Flora disse:

    Hahaha… eu nao ia conseguir nem segurar mais a xicara!!!

  8. Dani Rabelo disse:

    hahahahahahaha

    leio sempre, não poderia deixar de comentar: hahahahahahahahaha
    WTF!!!! qual foi sua reação? Pelamordedeus????
    Nunca mais. beijo-não-me-liga.

  9. Pillar disse:

    Vai ser tão legal quando as criancinhas falarem pra vc: “Sabe Bruna, I see dead people”…. hahahahaha

  10. Miss Cherry disse:

    Hahahahhahaha Olha, nao tem como nao rir hahahahahha
    Eu nao acredito em nada disso, então, pra mim seria mais fácil! Hahahahahha imagina a menina “nanny can you please tell this child sitting next to me to stop picking her nose” hahahhaha

    • brunahagemann disse:

      PIor é o seguinte, prestenção: são bebês. Não falam.
      Peguei um olhando pro jardim com olhar fixo, starring, MAAAAAAANO eu comecei a cantar The Wheels on the Bus bem alto e bater palma pra desviar a atenção hahahahaha #todacagada

  11. zoovox disse:

    Nossa Bruna imaginei vc naquele filme da Nicole Kidman, os outros. Que comédia!

  12. Flávia disse:

    Nossa!! Que medo hein!!

  13. Aldine disse:

    Ai que otimo essa situação (otimo p eu rir, claro). Eu acredito, mas ela falar disso p vc nessa tranquilidade é bizarro. Relaxa, se vc não vê tá td certo.

  14. Tathy Freoli-Klinkmann disse:

    Mas oh?! O seu blog eh “FANNNNTAAAAARRRRRTICO” pra quem tem imaginacao fertil. A pergunta que nao quer calar: quando eh que voce volta la mesmo?

  15. Andreia Stein disse:

    Porque será que ela está sem babá? Rsrs sempre te leio, senti falta dos posts… Bj

  16. Liza disse:

    Meodeous… E pra ir pra casa vc passa por esses arbustos todos, eh? Coragiiiiii!!!

  17. Gabi disse:

    Hahahaha!
    Sabe, Bruna… existe gente doidinha nesse mundo!
    Beijo

  18. Regina disse:

    Eu sou espírita da linha kardecista e acredito em coisas assim, mas claro que as pessoas que não tem respeito pela crença e fé alheia, sempre acham que é maluquice, doidera, assim como os comentários acima provam. É muito mais fácil julgar os outros só porque acreditam em coisas diferentes das que estamos acostumadas, do que apenas respeitar. Aceitar não é preciso, mas respeitar sim, sempre, mas infelizmente, assim é a humanidade, sempre apontando o dedo e rindo das diferenças dos outros e esse post e comentários são apenas mais um grande exemplo disso.

  19. Romina Horita disse:

    AUHUAHUHAUA adorei!

    Kisu!

  20. Status: rindo feito uma lôka!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s