O banheiro e o Kalk: a saga

Porque a gente se muda pro apartamento, aí é a vez do apartamento se mudar pra gente.

Minha chique sala de banho, só que ao contrário, tá precisando de uns belos ajustes. Chamo carinhosamente de cozinha II, porque a cozinha sim é quem tá precisando de uma surra renovada.

Como já disse outras vezes, estou agradecida por ter encontrado esse apê ao lado do meu ex apê. Me facilitou a vida com a mudança e agora tenho um quarto a mais pra jogar a bagunça receber visita. Mas né, nesse mundo imobiliário as coisas só são bonitas no começo.

O banheiro tem uma ducha e uma banheira (dentre outras coisas que banheiros têm, obviamente). A ducha, meus caros, tá quebrada. Estava quebrada desde quando nos mudamos. Aliás, é o box da ducha. Uma das portas está sem vidro e eu não tenho rodo nem ralo pra dar uma geral depois de cada banho né. Então, tomamos banho na banheira. Ryka? Classuda? Não. Tomar banho de chuveirinho, porque banheira cheia todo dia 2x não deve ser barato.

Então ontem veio um cara que monta box aqui, a mando da proprietária, pra medir o espaço. Vinte minutos agachadinho no banheiro depois: “Senhora (ui), não posso fazer esse box. Não trabalho com essa medida. Tens que entrar em contato com a marca do box”.

Oh trevas. Oh maldição. Oh not again.

Recapitulando: outro lado ruim de se mudar ao lado é saber quem eram os moradores. E vou lhes dizer, higiênicos eles não pareciam. A primeira coisa que fizemos ao mudar foi procurar o tampo da privada, pra trocar. E cadê os modelos iguais na loja? Cadê a marca que sumiu do mercado? Puta merda. Me vesti de astronauta e limpei aquilo que deixaria até minha mãe orgulhosa. Eca, pronto.

Agora é a vez do box safadão. O material do banheiro não é velho, mas a dona resolveu escolher uma marca desconhecida que não existe mais no mercado e ninguém faz as medidas iguais.

Outra coisa que não curti foi a cor das louças do banheiro: cinza. Nada contra o cinza, fica até bacana. Mas e o Kalk? O Kalk irritante que se exibe a cada simples espirradinha de água?

Pra que não sabe, a água daqui (da Alemanha? De Hamburg?) tem cal pra cacilds. E o zelador aqui do condomínio me disse que nossos prédios têm mais Kalk porque a tubulação da rua é antiga e será trocada em breve. Enkalkada ao cubo. Já perguntei a médicos se isso faz mal pra pele ou pros rins (sim, tem gente que bebe) e a resposta seguida de uma risadinha irônica: não. Então tá né. Mas dá pra sofrer bocados quando não se tem máquina de lavar louças e quando se tem pia de inox. Depois da louça secar fica tudo manchado de Kalk :-( mas que saco, esse papo de cozinha me persegue.

Enfim, escovou os dentes? Lavou o rosto? As mãos? Banho de banheira?! Minutos depois o Kalk seco ta lá bonitão fazendo cera. Toda santa vez. Nota mental: próxima mudança, procurar apto com louças brancas.

Porque não basta já morar num apartamento maior e ter que faxinar mais metros quadrados que antes. Tem que limpar as louças com mais frequência por causa do Kalk :-(

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

19 respostas para O banheiro e o Kalk: a saga

  1. Cintia disse:

    Puts Bruna, eu estava tão desesperada pra mudar quando estava grávida que nem olhei com olhos “bem abertos” certos detalhes. Ficamos concentrados mesmo foi na burocracia e tal. Mas “sem querer” deu certo e essa do cal não nos pegou. Mas olha, sempre vamos encontrar um probleminha. Não tem jeito!

  2. Ingrid Souza disse:

    Aqui também tem CAL pra caramba, milagrosamente só o haste da ducha fica esbranquiçada, as torneiras das pias ficam lindinhas e brilhosas como sempre.
    Oque irrita aqui é o tal do vaso esquisitão, ainda hei de fazer um post sobre o assunto, o vaso tem uma “dobra” onde pára os dejetos (ui, falando dificil hein!), é super útil pra quando vc quer ver se digeriu bem os alimentos, quando quer coletar amostra pra exame de fezes hahahhaha, minha mãe reclamava todo dia, e quando eu disse que todas as casas que fui aqui tinha desse mesmo vaso, ela foi lá na loja e me provou que toda a linha nova é normalzinha, igual a que temos no Brasil, TOOOOOOOOOMA! =)

  3. Simone disse:

    Brunitz mesma coisa la em casa, se essa foto nao fosse da sua autoria eu iria dizer que eh da minha torneira. Mas olha como eu nao to acostumada com kal e nao irei me acostumar nuncaaaaaaaaaaaa marido limpa o banheiro e lava os boxes que e uma beleza, nem 2 de mim (e olha que mando bem na limpeza modestia parte) faria melhor. O unico motivo que acho que nunca me mudarei do meu ap. eh que ele e tao novinho por dentro e tao cuidadinho que toda vez que eu chego em casa eu fico feliz, ou sei la talvez eu tenha so um low standards.

    beijos

  4. ybbrocha disse:

    Hahaha, pior que fica parecendo respingos de pasta dental rsrs! Aqui, a mesma coisa :(

    • brunahagemann disse:

      Pois é! Parece porquice, mas é a caceta da água enkalkada :-( Fico só pensando se um dia fazer uma festa em casa, terei que ir ao banheiro a cada meia hora pra dar uma geralzinha senão galëre pensa que sou porca hahaha

      onde você mora? xx

      • ybbrocha disse:

        HAHAHAH, eu já desenvolvi até TOC, pensa ai?!!hehehehe!!
        Eu moro na Noruega, num pedaço de chão chamado Nannestad( 20min da capital Oslo)

        beijooooocas

  5. Miss Cherry disse:

    ah nem fala.. nas inglandi tbm é assim! da aparencia de sujo. fico limpando toda hora!!! hahahahhaha

  6. Ana Gaspar disse:

    oi Bruna!!!
    QUE SORTE DEI ENTÃO O IVAN ALUGOU O APARTAMENTO COM LOUÇAS BRANCAS NO BANHEIRO…
    APESAR QUE NÃO TEMOS CHUVEIRO, SOMENTE A BANHEIRA COM CHUVEIRINHO..PUTZ ..
    BEIJOSSS

  7. Carolina disse:

    Bruna, vi um comentário seu em um blog a respeito de algo que esta rondando a minha vida: au pair na Inglaterra. Se nós pudessemos trocar informações a respeito disso, me ajudaria muito.

    Desde já obrigado,

    Carolina

    • brunahagemann disse:

      Oi Carolina, seja bem-vinda :-)
      Infelizmente não posso te ajudar pois nunca fui aupair na Inglaterra e não faço idéia como funciona o esquema lá. Acredito que devem haver blogs de aupairs lá. Mas o que eu indicaria é entrar em contato com alguma agência de aupair. Boa sorte!! ;-)

  8. Karen disse:

    Sei bem como é… Também me irrito horrores com o… como é em português: cal? Calcário?
    Enfim com o Kalk.
    Só sei que um truque eu vou poder te ensinar para quando vocês finalmente conseguirem o box pra ducha: o rodinho. Sim. O rodinho.
    É só passar o rodinho logo após a ducha que o vidro não vai ficar cheio de manchas de Kalk. Pelo menos uma coisa no banheiro fica com aparência limpa ;-)

    Beijo!

    • brunahagemann disse:

      Eu acho que é “cal”, mas eu sempre falo “calcário”…
      De qualquer modo, ambos soam impossíveis de se imaginar NA água. Isso explica a sensação de peso de massa corrida depois de comer comida alemã haha

  9. Gisley Scott disse:

    Menina, eu tb tive o desgosto com a casa que estou morando agora em vários aspectos.Primeiro que o banheiro não tem tomada!!!Ou seja, a nossa escova de dentes elétrica fica no quarto, perto do abajur[requinte?].

    O ar condicionado/aquecedor quando liga e desliga parece uma nave espacial.Levei tempo pra me acostumar.Era cada barulho doideira. Tem outras coisas tb, mas é como vc disse.Esse negócio do Kalk e esse negócio aqui do ar-com, a gente só sabe depois que a gente mora né? Saquinho mesmo!

    Bjs

  10. Carolina disse:

    Bruna, queria desde já me desculpar por te incomodar mais um pouco.
    É que o comentário seu que li, demonstrava um conhecimento sobre au pair na Inglaterra e de forma que não parecia algo bom…tenho uma irmã que tem estado em contato com uma família inglesa, fofa, religiosa, pagando 300 libras por semana e enquanto ela esta animadíssima, estou extremamente preocupada!!!
    Já sei que este não é um trabalho regulamentado por lá e que nem há visto específico para essa condição.
    Você acha que pode ser uma armadilha? Se puder me ajudar em algo, ficaria eternamente grata.

    • brunahagemann disse:

      Oi Carol,
      sim é uma armadilha se:
      – sua irmã não está na Inglaterra
      – sua irmã não tem alguma cidadania européia

      Eu recebo constantemente SPAM de famílias britânicas, há mais de 3 anos. Inclusive já comuniquei ao site ‘aupair-world’ sobre os spams e eles dizem que nada podem fazer, a não ser alertar às aupairs cadastradas. E existem muitos mais sites que disponibilizam nossos e-mails para golpes!

      Existe tantos estrangeiros lá, legais ou não, que aceitariam emprego desses pagando até bem menos. Então não faz sentido eles catarem pela internet gente que nem lá esteja. Visto é difícil e caro para não-europeus, então pra que a família quer alguém de fora que nunca viu e geralmente sem experiência?

      Se fechar com alguma família de UK, que seja via agência de aupair, com papéis e regularizado. NUNCA via internet e sem ajuda legal burocrática de terceiros ;-)

  11. Carolina disse:

    Muito obrigada, Bruna!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s