O mundo paralelo

E o mundo paralelo não é aquele da máquina de lavar roupa que desaparece com minhas meias ou o buraco negro das bolsas que some com minhas sombrinhas.

Vivi numa dimensão inexplicável. Pra não dizer que estou louca, o Herr também estava nessa wave. E nem utilizamos drogas, okay? Minto. Foram umas cervejinhas e uns pró-seccos.

Domingo fomos num brunch que iniciou às 11 da manhã e lá ficamos até as 18. Os últimos, por sinal. Só porque eram amigos dele. Se fossem meus, acredito que seríamos os primeiros ha-ha

Na volta à estação do metrô, o sol se pondo, céu bonito e talz, decidimos parar num bar perto da estação. E ali foram umas 3 saideirias. Okay, todo mundo phelyz, vamos pra casa.

Hora de dormir. Quem dorme? Ninguém. Poaham, amanhã é segunda. Precisamos dormir. Não conseguimos. Deitei às 21.30 e só peguei no sono às 06.00 e acordei as 09.00. O Herr dormiu das 06.30 às 07.00.

Logo a segunda-feira foi de ressaca zero, dor de cabeça ausente, sede moderada. E cansaço inexistente. Quem bebe domingo inteiro, não dorme e não fica cansado? E sem ressaca física? Os champs somo nózes o/

Herr foi trabalhar e voltou pra casa depois de 3 horas. E mal sabe porquê. Não sentimos as horas passarem, não tínhamos noção de tempo. Meio um zumbi feelings. Estávamos inteiros, vivos, inclusive rolou uma faxinex comunitária (coisa rara…), só que ninguém parecia real. Vai ver foi uma preparação inconsciente para o Halloween.

Tivemos medo que o sono nunca mais ever volte para essa casa e de nunca mais dormirmos nessa vida. Vai saber o que botaram na cerveja daquele boteco?!

Veja bem: há sensação de ressaca sem os efeitos colaterais do álcool? Teria eu descoberto uma nova modalidade dimensional do reflexo das cervejinhas? Que barato, brôu.

Eu não sei em que mundo isso acontece, mas eu prefiro acreditar que isso foi uma abdução alienígena. Já de ontem para hoje, dormimos okay mas o ambiente ainda tá meio Matrix. Pelo menos dormimos. Seríamos os próximos Betty e Barney Hill? :-|

Anúncios
Esse post foi publicado em Brunices. Bookmark o link permanente.

10 respostas para O mundo paralelo

  1. Oi Bruna!

    Eu acho que nunca escrevi aqui, mas já faz um tempo que acompanho o seu blog. Moro em Curitiba, sou casada e tenho 2 filhos.

    Resolvi escrever hoje porque nossa, que estranho, também tivemos essa zumbizeira por aqui. De domingo pra segunda eu demorei um monte pra dormir, depois, lá pelas 3 horas, meu filhote de 2 anos teve pesadelo, chilique, chorou, só dormiu lá pelas 4. Às 5 foi a vez da minha mais velha ter pesadelo e não dormir mais, até a hora de eu levantar pra trabalhar.
    Comentei isso com uma senhora no meu trabalho e ela disse que ela também ficou rolando na cama até a 1 e meia da manhã, até que resolveu ir pra sala, chegando lá estavam as duas filhas (já mulheres) acordadas também, e ficaram curtindo uma insônia coletiva.

    Com certeza tá rolando alguma parada cósmica mundial…. hehe!

    Beijos!

  2. Olga disse:

    Brunitchaaa
    que loucura foi essa!!
    Com certeza vcs estavam num mundo parelelo, porque isso nao existe no mundo dos mortais, nao!? :O
    Ja agradeceram quaaaantas vezes? rssrss

  3. Igor disse:

    Má que baita…

  4. Coca disse:

    Má que baita 2!! – passa o nome da cerva, louca para ver se aqui rola uma faxina coletiva também….

    • brunahagemann disse:

      Se você não quiser ser minha amiguinha é só falar na cara, okay??
      hauehuaehua

      • Eve disse:

        Hahahahahahaha
        Eu tanto sou sua amiga que irei te perdoar caso vc esteja aqui a poucos quilômetros de mim e não se encontre comigo nem para um café.
        Só pra saber, aquele hotel de pobre é no Gendarmenmarkt, ok? m² mais pobre da cidade. hehehehehe
        Bjs, queridona! =P

  5. Hum, acho que nunca escrevi aqui também, apesar de acompanhar há muuuito tempo!

    Então, eu achei que era só comigo que isso acontecia!!!! Poucas vezes na vida eu tive a ressaca “tradicional” (dor de cabeça, sede…). Pra mim, ressaca é sinônimo de insônia, sempre. E quanto mais eu bebo, menos eu durmo. Se eu beber um cálice de vinho ou uma caneca de cerveja, acordo 30min ou uma hora antes do normal. Se eu beber todas, durmo só três ou quatro horas… E se eu fizer uma daquelas farras homéricas, que a gente passa o dia e a noite na cachaça, aí eu não durmo de jeito nenhum, por um ou dois dias ¬¬.

    E todo mundo diz que não acredita em mim, porque gente bêbada costuma dormir pesado e eu costumo ficar acordada, mesmo que beba só um pouquinho… Ainda bem que vocês viveram essa experiência, assim minha história tem mais crédito agora!!!! :D

  6. Ingrid disse:

    Quanto a bebida nao sei, mas que na segunda feira tava todo mundo estranho, isso tava!

  7. O nome da cerveja, AGORAAAAAA, e esse brunch ai tbm, quero curtir essa parada huahauhauahuahauhauha muito loco hein

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s