Tunísia (parte 3)

Hoje: Tunis e Sidi Bou Said

Então, no sábado dia 13 fizemos outro passeio que compramos no hotel. Foi um full day (cerca de 8 horas). Destino: Tunis, Cartago e Sidi Bou Said. Cartago terá um post especial :-)

Tunis também poderia ter um post exclusivo, mas não estivemos por muito tempo lá. Estivemos no centrão nelvoso, tipo rua 9 de março de Joinville, praça da figueira de Floripa ou O’Connell St de Dublin. Sujo, barulhento, desordem no trânsito.

A capital foi fundada século 6 antes de Djézus Cráist e tem certa de 2 milhões de habitantes. É a única metrópole do país. As principais fontes de renda da cidade são: tapetes, têxteis e azeite. A cidade também vive de turismo, pois lá se situam a sede do governo, parlamentos etc. E também ocorrem alguns festivais culturais.

Apesar de todas as dificuldades do país, repito que a população está ansiosa para uma democracia. Se isso acontecer, mudanças sociais, econômicas e políticas ocorrerão. Antes de chegar no centro de Tunis, passamos pela periferia da cidade onde vimos construção de lojas como Porsche e Volkswagen. Ou seja, empresas de fora estão de olho na revolução política-econômica do país.

Só uma breve observação do nosso guia: ele sabia que a grande maioria no ônibus era alemã. Então ele perguntou que outras nacionalidades estavam presentes. Então os italianos e franceses se prontificaram. Então ele, naturalmente, falava conosco em três línguas. Até eu ver ele cochichando em inglês para um casal que estava na frente. E eu? Cara de paisagem, minhe gente. Para isso tenho um marido traslêitor. Afinal, se o cara começasse a falar em português eu juro que aprenderia árabe após o alemão.

Enfim, dica importante do guia:

– É proibido tirar foto de policiais, prédios públicos e estátuas (???). Mas oi, eu ‘não entendi’ :D

Estivemos em Tunis brevemente, e cla-ro que fomos parar no markt! Mais feira yey! E desta vez, melbem, foi uma delícia. Vendedores simpáticos, com noção de vendas. Passando pelas ladeiras da feira, estávamos deslumbrados com a diversidade de handmade stuffs e educação. Aí sim, vale a pena. Eu não pude comparar os preços porque não há um preço fixo. E sabe né, se eu perguntasse preços em Nabeul acabaria levando algo sem querer.

Okay! Próxima parada: Sidi Bou Said. Herr ficou surpreso com minha habilidade de memorizar o nome deste lugar. Mal sabe ele que foi simples…

O guia disse várias vezes: “Sidi Bou Said é a Saint-Tropez da Tunísia”. Agora olhe bem pra minha cara de quem está entendendo o que ele quis dizer. Mas olhe bem. Até cair a ficha da loira, já estava de boca aberta.

O nome do local é uma homenagem à um religioso que lá morou, o Abou Said ibn Yahia Ettamini el Beji. Saúde pra você também. O local apesar de ser residencial para muitos bolsos-cheios, também é cheio de turistas. As casas brancas com janelas e portas azuis dão um charme a mais para a vila. Eu adoro casinhas brancas com janelinhas e portas azuis :-) Diz o guia que foi um alemão que trouxe a idéia para a Tunísia, no início do século passado. Obviamente o alemão copiou (da Grécia? Turquia?) e anos depois este alemão ganhou a cidadania francesa. Malandro. A vila também é conhecida como o berço ou lardos artistas (Paul Klee, Gustave-Henri Jossot, August Macke, Saro Lo Turcp e Louis Moillet. Vai fazer diferença no seu dia-a-dia né?)

Sidi Bou Said minha gente, é onde eu deveria ter me hospedado. Sidi Bou Said é o lusho, a rykeza, a nobreza e a high society do país.

Usufruirei também de fotos Googlelíticas, pois não foi possível fotogradar tudo.

E aí que o guia nos indicou o tal do “Café Sidi Bou Said”, um barzinho pequeno, simpático, bacana e conhecido internacionalmente. E você, assim como eu, fingiu que já sabia.

That’s all folks!

Bom fim de semana e até a quarta parte :-)

Anúncios
Esse post foi publicado em Viagens. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Tunísia (parte 3)

  1. Mel disse:

    Vou falar que até me engasguei rindo com a foto do Said. hahahahahahaha

  2. Ingrid disse:

    Esses mercados sao demais né!! e essas comidinhas apetitosas hmmmmmmmm
    Algumas dessas fotos parece que vc está na Grécia! as casinhas brancas e o mar als Hintergrund :) e essa coca-cola em árabe, que linda! eu traria uma latinha na bagagem pra deixar de recordacao (:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s