Qual sua graça?

E aí nasceu mais um mancebinho da Bru :-) fotos só semana que vem.

Não sei se choro de alegria por ter um nenis around ou se simplesmente choro pelo dobro de trabalho que terei em plenas férias de verão julho…

Eu estava na casa da família com a mancebada mais velha (J. 6 anos e M. 3,5 anos), quando o pai perguntou a eles se eles gostariam de visitar a mãe e o mancebinho no hospital. Eu já sabia o nome do juninho, mas desconhecia o segundo nome dele.

Então o pai abriu as porteiras do mundo paralelo e me informou que J. e M. também têm segundo nome.

Oi? Estamos ‘juntos’ há quase dois anos e só agora me foi repassada a informação que a galërinha tem dois nomes?

Plano de saúde, carteirinha da escola, cadastro na biblioteca, correspondências… tudo apenas com primeiro nome + sobrenome. Qual seria a utilidade do segundo nome? Se é pra ficar bonito, gastaram letras pois ninguém os usa – nem os próprios pais. Mas aí o segundo nome da M. é o nome da sua avó. E eu não gostei do que ouvi hauehuae Será que a avó se orgulha disso? Será que minhas avós se orgulhariam se eu me chamasse Bruna Lenita ou Bruna Christa (prevejo caretas)?

O problema foi que quando ouvi os nomes dos três mancebinhos, automaticamente traduzi por português e ri por dentro. Quando é inglês é tão lushuoso!

Assim, há uma grande diferença entre nomes compostos que precisam ser compostos porque-sei-lá-assim-é-o-mais-comum-para-os-brasileiros, como Ana Carolina, Luis Fernando, Maria Paula, João Pedro, José Paulo etc. e nomes que pelamordedeus forçam trauma.

Teve um irlandês que conheci que me explicou um pouco sobre nomes irlandeses no geral… mas eu não lembro muito bem, o pub estava cheio (cof). Exemplificando: o nome dele era Felisberto (fictício). Primeiro nome Felisberto, segundo nome Godofredo (também fictício), terceiro nome Uóxinton (cêjura que é fake) e sobrenome Pirilampo (& Saracura). Felisberto = nome escolhido pelos pais. Godofredo = um avô. Uóxinton = outro avô.

Aí quando ele fez a comunhão lá com seus 13 anos (chutei a idade) ele deveria escolher um nome perante a igreja. Eu não entendi isso direito, seria um nome que não seria usado legalmente, mas ele utilizava normalmente. Então ele escolheu Valdisney. Então até aquela devida data, ele se chamava Felisberto Godofredo Uóxinton Valdisney Pirilampo.

Nâo sei se isso só acontece na Irlanda, mas fica aqui meu apelo para as milgas da ilha verde explicarem – ou fazerem um post – sobre esta confusão na cabecinha da loura.

Muito mais champs que ter nome composto, é uni-los! Quando eu tinha 10 anos e estava na quarta série do primário tinha um guri da minha classe que gosta de mim (awn!). O nome dele era Joseandro (Avôs José e Leandro). Eu ainda lembro do nome dele porque eu cortei o cabelo que nem joãozinho e chorei horrores… e o Joseandro continuou gostando de mim :-D

Que tal os nomes dos filhos dos famosos?

Lily-Rose Melody filha do ator Johnny Depp, Moon Unit filha do cantor Frank Zappa, Pilot Inspektor filho do ator Jason Lee, Bear Blu filho de Alicia Silverstone…

Acho que a partir de agora haverá uma decadência de certas combinações devido ao tal do “bully”.

Combo 1: Nomes estranhos

Combro 2: Duplas sertanejas com nomes estranhos quero TODOS os discos, cê não tá entendendo

Tirando as maravilhas acima, qual sua opinião sobre nomes compostos? Qual foi o menos bonito que você já se deparou?

Anúncios
Esse post foi publicado em Brunices. Bookmark o link permanente.

12 respostas para Qual sua graça?

  1. nos nervos disse:

    falando em juntamento de nome, do meu bofe é gianfrancisco.
    e mais 3 sobrenomes.

  2. Que coincidência, Bruna. Escrevi (ainda não publiquei) um post sobre nomes esquisitos, mas não mencionei nada sobre os nomes irlandeses. Talvez re-escreva aproveitando sua ideia.
    Por aqui segundo nome é obrigatório (ao que parece, para evitar homônimos ja que não existe muita variedade de sobrenome por aqui), mas ninguém NUNCA usa. Só vai no passaporte. Vc precisa ser muito intima de alguem para saber o segundo nome da pessoa. Meu marido por exemplo, precisa de esforço para lembrar o dos irmãos.
    Normalmente aproveita-se para homenagear alguem da familia (tem ate uma regrinha, tipo: o segundo nome do primeiro filho tem que ser o nome do pai, o do segundo filho o nome do avô paterno, e assim por diante)
    Depois com 13 anos eles tem que escolher o terceiro nome, durante a crisma, e tem que ser nome de santo. Meu marido se chama Ian Thomas Patrick Sorensen. Thomas é o nome do pai, e Patrick ele escolheu.
    Odeio nome composto (sou Nivea Maria, olha que pobre!), com poucas exceções, gosto por exemplo dos que começam com Maria. E não queria de jeito nenhum colocar um segundo nome do meu filho, mas fui voto vencido. Erik se chama Erik Ian Sorensen, mas a gente finge que é só Erik Sorensen.
    Beijinhos.

  3. Carla Silva disse:

    eu quero é saber os nomes dos mancebinhos. :P

  4. Helvia disse:

    Eu tenho um nome composto!!!! mas nao acho nada mal, aliás….. adoro o meu nome
    Helvia, veja a matemática:
    meu pai se chamava Helio e minha mae se chamava Silvia, logo……

  5. beeanka disse:

    Como estou tentando purificar a raça, fui de encontro a um puro sangue e caí no meio de vários japas. Apesar de namorado e família não falarem japonês (só os pais falam +/-), não perdem o hábito de dar segundo nome japa pras crianças. Ou terceiro, no caso de uma das sobrinhas que tem nome composto brasileiro + nome japonês e daí sim vem o sobrenome.
    O segundo nome do meu namorado é o nome do pai dele, só que aqui em terra brasilis, acham que é o sobrenome da mãe (afinal, é tudo japonês).
    Gringo curte complicar, se fosse eu, deixaria apenas os sobrenomes enormes, dignos de realeza britânica, heuahau.

  6. Simone disse:

    Olha tenho esse caso na familia: Tia Néia, Tio Mario = prima Marinéia.

    Estudei com uma Giorlândia e e o Antemilson (bullyiiiiiiing nele).

    Depois de ter descoberto que o prefeito da minha cidade se chama Jozias, perdi o respeito pelos holandeses.

  7. Fabi disse:

    Tem cada nome que até doi os timpanos.

    O pior e quando vc conhce algém por apelido e a hora que descobre o nome tem vontade de rir quando ve a pessoa.
    tipo Dina = Leopoldina.
    e fora gente que adora americanizar os nomes ficam Sherman Albert Raimundo, Charles Joseph da Silva.

  8. Ingrid disse:

    Eu até gosto de nomes compostos mas nao essas misturas loucas que fazem por ai rsrs

    • Ize disse:

      Acho que o pior é quando juntam dois nomes mesmo.Tem alguns que são sem noção dai tem que apelar pros apelidos, tão úteis nessas horas haha

  9. Mi disse:

    odeio nomes compostos! tenho odio!!! hehe ate pq eu tb tenho 2 nomes =/ so que escondo de todo mundo pq os 2 separados, ate que sao bonitos, mas juntos, nao combinam!! haha por isso minha filha tera 1 só …e pronto! bjs!

  10. Felisberto Chagas da Silva. disse:

    Me chamo Felisberto Chagas da Silva,muita gente ri do meu nome mas hj eu aceito mas qd era crianca tinha vergonha ainda bem q ganhei o apelido de Beto!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s