Estudando alemão

pois é o mínimo, né?

Muitos pensam que pelo fato de você morar no país em questão, você aprenderá a língua pelo simples poder de respirar o ar gringo. Que entrar no supermercado e conseguir comprar de tudo o que queres e saber como cozinhar aquilo tudo: a gente sabe. Ler rótulos é fichinha e compreender o noticiário é pros fracos. Pedir informação na rua é o básico. Se fosse assim, seria eu além de loura e linda, poliglota.

Lembro de quando cheguei na Irlanda e conversei com a senhorinha que me recebeu (que até agora não me respondeu, oras) arranhei meu inglês muito bem, obrigada. Minha sorte era que ela não tinha sotaque. Ou devia ter, mas pelo fato de receber muitos estrangeiros no seu aconchegante lar preferia falar pausada e claramente. Minha primeira compra sozinha, a primeira pedida de informação, a primeira entrevista de emprego, teste de nivelamento da escola. Me surpreendi.

Tudo bem. O inglês está nas músicas, na TV, nas marcas, na internet. A gente acaba absorvendo de qualquer forma. Mas e uma língua a qual a gente tem que correr atrás, que não chega por osmose e não se esfrega na nossa cara?

Esta é a terceira vez que tento aprender alemão na minha vida. A primeira foi na escola, da quarta à oitava série. Nestes quatro anos, lembro de algumas músicas infantis (que o Herr não se acredita), os números, me apresentar e que o professor escrevia no quadro ‘der’ em azul, ‘die’ em vermelho e ‘das’ em verde. A segunda vez, já quando estava na faculdade, aproveitei que morava perto da UFSC e fui fazer ali um cursinho com um preço bem bacana. Acho que fiquei ali uns 5 meses. Didática podre. Porcaria de ensino público.

E agora, por vias de destino é a minha última tentativa.

Para muitas das coisas que aprendi, passei por usa fase chamada ‘desespero’ que define-se simplesmente como a vontade de sair correndo. Matemática, inglês, piano, Física, Anatomina Humana, usar um teclado estrangeiro, entender um mapa de metrô e trem. Com a língua alemã não poderia ser diferente. Acredito que cansei de tentar aprender o alemão no meu terceiro, ou quarto mês. É uma fase delicada. Quando aquilo que eu pouco entendia do português tive que engolir no alemão (gramática). Mas tudo passa, tudo passará.

Pois bem. E ainda perguntam: porque você não fala alemão com o Herr? Eu te respondo: tente, daqui em diante, conversar em esperanto com sua família. Nos conhecemos em inglês e não conseguimos alterar para o alemão. Nem ele mesmo. Já tentamos.

No momento eu entendo a língua alemã uns 85%. Ferrou-se Herr, pois agora eu entendo quando ele fala no telefone, wew! Ah, eu entendo a língua. O que não quer dizer que eu fale e escreva…

O bom é que passei da fase do desespero e cá estou, numa zona segura chamada ‘não tem mais volta’.

Dentro de alguns dias farei meu teste nível B1. Segundo o Instituto Goethe, este nível condiz com:

“Entender em detalhes conversas, noticiários, avisos públicos. Conseguir manter uma conversa simples, relatar ou combinar situações do cotidiano. Escrever comunicados coerentes como cartas e e-mail (mintzira!!).”

Ou seja, vivendo eu tô. Me perder na cidade eu não perco. Passar fome não passo. Fazer compras, é nóis!

Assim como o inglês, tento aprender o alemão com música e tv. Na tv, geralmente assisto seriados que já sei – assim fica fácil entender do que estão falando. Mas a dublagem alemã é tão bizarra que só dá pra prestar atenção nas vozes deformadas. Música no momento está mais agradável.

Rádio em casa não tenho, então fico escrava da tv aberta, que por sua vez é tão podre quanto a brasileira. Então falando de música, o que temos é o estrume da MTV e a caca da VIVA. Com isso quero pedir ajuda às amilgas que neste país estão, para me indicarem musicas e bandas bacaninhas, de fonética compreensível e de letra básica. No momento tenho ouvido Silbermond e Revolverheld, que devem ser o Kid Abelha e o Capital Inicial daqui, oder? Então, socorro, me tirem desta vida.

Sem mais, agora retornarei aos livros.

Anúncios
Esse post foi publicado em Brunices, Coisas da Alemanha. Bookmark o link permanente.

19 respostas para Estudando alemão

  1. Thayse disse:

    Oi, eu moro no Brasil mas escuto algumas bandas alemãs;não sei o seu gosto musical, mas sugiro Luxuslärm e Tokio Hotel. Um abraço!

  2. Mi disse:

    Nos tb falamos ate hj ingles em casa…se bem que eh mentira. A gente fala uma mistura tao podre de ingles com alemao, que ninguem sem ser a gente entende! :) e sobre a dublagem mal feita…vc acostuma. Agora eu acho os filmes em ingles sem graça! Haha bjs e bom estudo!

  3. Maite disse:

    Mach dich keine Sorge Bruna!!!! Wir schaffen diese schei@#¬€~prünfung !!!

  4. Brian disse:

    Tokyo Hotel… hahahaha
    Desculpa.

  5. Cássia disse:

    olha, tem uma banda dasantiga, que eu digo que é o roupa nova alemão. chama PUR. o cd Abenteurland é uma graça. Fora isso, o velho e bom wir sind helden e ich & ich… faz 3 anos que eu to fora da deutschlandia… é só o que posso te ajudar!

  6. Miss Cherry disse:

    infelizmente nao poderei te ajudar. como na escola eu aprendi espanhol, ingles e latim (sim, chore, eu falo latim), o alemones ficou pras cucuias. beijo

    • Christine disse:

      Oi

      Sou de Fortaleza, e esutdo aqui como vc passei pelo B1 e faco curso do B2, sinto tambme dificuldades em frases mais elaboradas, da Tv entndo 70% assim como do radio mas nao consigo falr igual. Sobre as bandas, atualemtne tocam muito nas radios Unheilig e Ich & ich.

  7. Liana disse:

    Bruna você ja viu um filme alemão chamado Das Leben der Anderen? É muito bom, vale a pena pegar!
    Tchuss!

  8. Mel disse:

    Brunette,

    eu gosto de varias bandas do “movimento” Hamburger Schule

    http://en.wikipedia.org/wiki/Hamburger_Schule

    Pega as letras na net e vai cantarolando. ODEIO filmes dublados. Tb recomendo filmes alemaes pra ver com legenda. Ou assiste dvd no original com legendas em alemao. É com fazer com filmes que vc ja viu pq ai ja conhece o conteudo. Outra: comprar um livro e junto o audio book e ler/ouvir ao mesmo tempo. Fiz isso anos atras em ingles com Harry Potter pra entrar no clima britanico hahahaha. Antes de conhecer meu ingrêis, claro.

    Vai firme que logo mais vc vai estar com seu Deutsch perfekt!! :)

  9. Christine disse:

    Ha 7 anos nao vou ah Alemanha, tenho Deutsche Welle em casa mas filmes nao entendo mais como antes, o jornal acho ate melhr. Da Hamburger Schule so conheco ate o Blumfeld que eu gostava

  10. Mel disse:

    É Bruna, olhe o REVIVAL da Hamburger Schule :)

  11. CAULA disse:

    Olhaaa, Silbermond eu até tentei mas não consegui gostar não.
    Revolverheld já acho mais legalzinho, mas realmente é meio Capital Inicial e daí acho meio apelativo. Ha-ha.
    Tokio Hotel é EMO mesmo. Muito EMO.
    Tem uma bandinha chamada Juli, que é uma vocalista menina e que tem músicas mais melosinhas, mas que tem a fonética bem fácil de entender. Eu aprendi bastante com as músicas deles quando estava aí.
    Tem uma outra cantora, que se não me engano é austríaca, que chama Christina Stürmer. Ela é meio rebelde, meio emo, meio legal. Talvez uma mistura de Pitty com qualquer coisa rouca. Hahaha. Mas eu curto…
    E tem uma dupla que chama Ich&Ich. É diferente, mas filtrando bem tem coisa que se aproveita.
    Também tem um cara chamado Laith Al-Deen, que não consigo definir. Só ouvindo (e vendo!). Também dá pra aproveitar alguma coisa.
    E tem a Nena né. Hahahaha. 99 Luftballons…. hahaha

    Vc tem o canal ZDF?
    Nesse canal, todas as quartas-feiras às 20h15, passa um filme alemão, feito pra TV. Geralmente são comedias românticas bobas e de historias bestas, mas também é bem fácil de acompanhar e entender.

    Bom, te dei bastante coisa pra fuçar. :D

  12. Ola,
    Conheci seu blog pelo blog da Karine. Tambem sou aupair e gostaria (deveria) estudar alemao! Comecei com alguns livros da biblioteca… ow lingua dificil!

    bjs

  13. yuleaine disse:

    Eu tenho um montao de músicas, de todos os tipos desde “Hamburg meine Perle” até “Rammstein”,passando por musica véia, carnaval, o diabo a quatro. Se precisar manda um alô ;)

  14. Laura Marangoni disse:

    Bruna-san, GANBATTE!

    Eu não moro no Japão, mas me meti a estudar a língua haha pq o Dennis morou lá 4 anos e decidi que seria uma boa aproveitar isso – interesseira! haha

    Enfim, dizem que o Alemão é MUITO difícil mesmo. Mas acho que meio que (muito pouco) entendo o teu desespero. Pra aprender o japonês tens que aprender 2 alfabetos, o hiragana e o katakana. O primeiro pra palavras japonesas e o segundo pra palavras e nomes estrangeiros. Depois quando passa a fase do desespero de decorar todo o alfabeto (que eu ainda não estou nem na metade do hiragana haha) já está na hora de entrar nos kanjis, que são “desenhos” importados da china. Parece que um bocado do japonês é meio importado do chinês. Aí lá estou eu, já formulando algumas frases estúpidas e com meu teclado em japonês, escrevendo pra um japonês que está aprendendo português. Ele “ah, que legal, vc está escrevendo na língua japonesa!” e mal me sinto um máximo ele já vem “só deixa eu corrigir um pouco seu japonês” e subsitui metade das palavras que eu escrevi pra kanjis. (aiquevontadedesuicídio!) O problema é que, além de saber uns 3 kanjis (tipo, cachorro, pessoa, flor no meu caso haha) vc ainda tem que saber depois o que eles querem dizer quando se combinam (pq pode alterar completamente o significado).

    Ou seja, FORÇA aí no Alemão. Tais morando no país, tens um gato alemón e és linda loira e inteligente. (Ok, eu li o post, só estou reforçando uma motivaçãozinha haha) Só que antes de tudo isso, tens que aprender é a dar tempo ao tempo, ter paciência e perseverança!

    Como eu disse no começo, がんばって!(GANBATTE!)
    Que significa FORÇA, principalmente pra quem estuda muito. 私もがんばる!(watashimo ganbaru!) Eu também vou me esforçar! ;)

    Umbeijo.

  15. Helvia disse:

    Simplesmente adorei o seu Blog !!!!
    Eu também moro em Hamburg, um dia desses a gente se encontra.
    Beijos

  16. Mônica disse:

    O post é antigo, mas como não sei se aumentaste tua lista de bandas alemãs desde então …recomendo:
    Die Toten Hosen (muito boa mesmo)
    Die Ärzte
    Rammstein
    (não vem outras em mente agora)

    • brunahagemann disse:

      Oi dona Mônica!
      Obrigada pelo comentário! Nunca é zu spät!! ;-)
      Die Ärzte eu curto, ja Rammstein é foda pra conseguir identificar as palavras quando o cara canta (ou grita?) haha
      Tenho ouvido ultimamente uma musica chamada Fallschirm, da Mia, conhece? Bacaninha :-)

      Obrigada e volte sempre!

      • Mônica disse:

        Não conhecia mas acabei de ouvir e gostei =D
        De Rammstein indico duas músicas mais ‘calmas’ e boas de escutar: Ohne Dich e Seemann (não lembro se a escrita é assim), caso não conheça …!
        Ah, também lembrei de outras duas bandas que tem músicas boas e compreensíveis (algumas pelo menos), mas não sei bem o tipo de música que tu gosta né!
        Blutengel e Lacrimosa – (Adoro a música Kelch der liebe)
        Tenho conhecido várias outras, mas são beem difíceis de compreender e tem um som mais ‘pesado’ (Não que eu compreenda muita coisa, mas olhando a tradução e ouvindo várias vezes alguma coisa eu absorvo).
        Até mais ;)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s