Bombando na net

Estava prestando – com gerúndio – atenção nos Orkuts e Facebooks da vida. Contei: 17 pessoas. Não citarei nomes, pois este é um post não-tapa na cara. É uma observação sobre relacionamentos – a vivacidade de um ser baseada failmente no outro.

De repente me vi infestada de amigos, conhecidos e sub-conhecidos com muita dor de cotovelo. Ou tentando abafá-la com muito louvor.

Estou falando – e gerundiando travêiz – de relacionamentos terminados. O que acontece quando alguém leva um pé na bunda homérico? Mas assim, daqueles bem caprichados? Em geral, primeiramente corre no Google pra encontrar algum dizer bonito de algum poeta infame. Depois pega ele, em letras maiúsculas e completa com um ‘kkkkk’ pra ficar mais assim mais descontraído. E tasca nos sites de relacionamentos.

Não sendo o suficiente, em apenas um fim de semana festa mais do que amou por um, dois ou mais anos. E claro, com muitas fotos baladísticas e jeito de ‘joinha’ e ‘v da vitória’ porque é bacaníssimo. Capricha escrevendo em sua descrição que suas comunidades o explicam. E lá vem elas: em um minuto entra em mais de 10 do estilo “Fala na cara”, “Odeio mentiras”, “Quero mais é ser feliz”, “Adoro uma balada”, “Eu me amo” e vai…

E facebook? Foto trocada, Quizes supimpas, um adicionamento sem fim de fakes, expôr planos visando o desgosto do passado.

Ah, mas foi você quem deu o pé na bunda? Eu já sabia, caprichou na foto no espelho, no espírito lusho de popularismo e baladístico que até então você repudiava. Você e sua ex-companhia. Mas tudo passa, até uva. Então gritem ao mundo! Oi, eu não usei Herbalife mas de ontem pra hoje sou outra pessoa! Deleta toda sua playlist do Ipod. É coisa do passado. De ontem. Hoje o tempo voa, amor. Escorre pelas mãos.

Não, isso não é o suficiente. Tem que haver mais. Ah sim, fotos profissionais de balada. Pra sair no site amanhã. E bombar seu álbum!

Desenterrar pessoas do passado (bem do distante), pintar o cabelo, voltar a usar aquela roupa que usavas muito e não teves mais oportunidade de exibi-la. Marcar encontro com ex-colegas de escola, faculdade, da rua. Puxa, quanta vida nestas pessoas!

Quanta harmonia, alegria, alto-astral, mente aberta, bom humor…

Se mudou pra todo este positivismo, como conseguia manter um relacionamento até então? Como você vivia, respirava, saía de casa? Oh meu Deus eu me pergunto! Por que seus olhos brilham tanto? Saiu do coma? Foi curado? Saiu da senzala? Você era chato e se transformou num boa-praça? Como assim?

Não faça isso novamente. Seja feliz com o que és e o que tem. Se não, nãohesite em procurar já. Não precisamos de um trauma para renascer. Se joga, colhéga!! O mundo não é boring, tente não ser também. Afinal você não nasceu assim, né? Deixe o teatro para os profissionais da arte.

E poupe os Orkuts e Facebooks alheios de bombardeios de atualizações desnecessárias :-)

Anúncios
Esse post foi publicado em Aleatórios. Bookmark o link permanente.

8 respostas para Bombando na net

  1. Liana disse:

    Ahhh foi muito dura você Brunita!! É só PR né? Como as “celebrities” que só aparecem nos News quando tem filme/livro/perfume pra lançar… Depois voltam pro sossego de suas casinhas e dizem que querem privacidade…
    :)

  2. Cássia disse:

    Ai Gina, dessa vez vou ter que discordar! Veja bem, terminar um namoro nunca é bom. Querendo ou não, você deixou seus amigos um pouco de lado, afinal, você teve que dedicar mais tempo ao seu namoro. Por mais que você manteve contato, saía de vez em quando com as amigas, o ritmo não era o mesmo de antes. Daí acontece que vc termina ou ele termina. Vc precisa se fazer acreditar que foi a melhor opção e reconquistar as velhas amizades, não o tempo perdido.
    Quanto a Facebook e Orkut, enche o saco, mas acredite, é bom pro ego de quem faz.

    • brunahagemann disse:

      Oi Cassildis! ;-)
      Pois, é exatamente deste ego que me refiro. Tem gente que parece que emacumbou-se depois de terminar um relacionamento. E quando a vida era à dois, não era proveitosa? Eu fico a pensar que para estas pessoas, o relacionamento é uma prisão, um lugar onde o anonimato vence. Aonde está e quando o cidadão usa sua máscara? Quando ele está sozinho ou acompanhado? Aaaah me cafunde os cocos! :-/

  3. Ing. disse:

    As pessoas fazem isso nao só com o fim de um relacionamento mais tbm quando estao solteiras a um tempao e querem mostrar que sabem administrar bem a solteirice e que estao felizes (mesmo que procurem um namorado desesperadamente) e no caso das que acabaram de ficar só, é pra mostrar que estao muito melhor sozinhas do que acompanhadas. Vai entender né, é só uma forma de mostrar que nao perdeu ou está perdendo nada e tiram fotos de tudo que acontece, postam no orkut e facebook só pra mostrar pros outros “olha como minha vida está agitada!”. No final das contas essas pessoas estao com uma enorme dor de cotovelo, deprimidas e tem somente o intuito de passar uma imagem que só existe aqui no mundo virtual: Todos sao felizes, prósperos e nao precisam de mais nada.

  4. Ivna disse:

    Bruninha,
    Nao eh que a pessoa nao era feliz antes, mas certamente se anulou. Esse momento de transicao serve pra voce se jogar em tudo que aparece mesmo ate descobrir de novo quem voce realmente eh. Se o relacionamento eh de muito tempo e comecou com a pessoa muito jovem, ela ainda nao teve tempo de se conhecer. E tem gente que passa pela vida inteira assim, pulando de galho em galho sem saber nada de si mesma. Acho que a ideia eh aprender a nao se anular tanto na proxima vez.

    • brunahagemann disse:

      Com certeza Ivna poderosa! Veja só, tenho um exemplo recém-postado no orkut, rs… um amigo foi casado por 3 anos. Agora tá solteiro (não sei se levou um pé, ou deu um). Mas tá a semana inteira escrevendo: ‘quero mais é ser feliz, kkk’, ‘vou deixar a vida me levar’, ‘nossa, o que foi a festa de ontem??’ – coisas que em 5 anos nunca o vi falar. Mesmo antes do relacionamento! Claro que as pessoas devem mudar, constante movimento é sempre bom! Mas particularmente isso me soa como uma defesa, não uma realidade… Ai sei lá. Blog de loira, sabe? =D

  5. Mona disse:

    Levou um pé na bunda?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s