Nursery Rhymes

Há uns 6 anos trás, li uma reportagem de uma aupair brasileira nos Estados Unidos que fazia uma interessante análise das cantigas brasileiras.

Coisas como “boi da cara preta, pega essa menina que tem medo de careta“, “atirei o pau no gato mas o gato não morreu“, “nana neném, que a cuca vem pegar” e “o anel que tu me deste era vidro e se quebrou, o amor que tu me tinhas era pouco e se acabou“. Tudo bem, medo que é uma resposta natural do organismo mas vamos aprender desde cedo como ignorá-la. E atirar pau no gato e ele não morrer, super rotineiro, pelo menos ele tem a capacidade de berrar tão alto que assusta a Chica. Já se você dormiu, dane-se:  pai foi pra roça, mãe foi trabalhar e a Cuca vem te pegar de qualquer jeito. Já se você presentear uma moça com um anel e ele quebrar você dá um pé na bunda dela (ou leva um) porque isso que dizer que não há mais afeto.

Nós aprendemos as cantigas de uma forma tão mecânica que a interpretação desaparece, e só retorna quando não se tem nada pra fazer e você tem um blog pra escrever mas será que o real sentido destas cantigas ficam jogadas em algum lugar do nosso consciente? Será que os brasileiros de alguma forma se comportam dessas maneiras? Quão perigoso isso pode ser?

Já as cantigas em inglês (pois não sei exatamente as reais origens) mais famosas como “twinkle tlinkle little star“, “the wheels on the bus goes round and round” e “choo choo train” são tão inocentes que dá até vontade de escrever uma. Mas certo dia, eu estava youtubando algumas Nursery Rhymes, quando encontrei umas rimas meio bizarrinhas, que me embundeceu a cara. Vamos em pedacinhos:

Hush, little baby, don’t say a word, Mama’s gonna buy you a mockingbird / If that mockingbird don’t sing, Mama’s gonna buy you a diamond ring /  If that diamond ring turns to brass, Mama’s gonna buy you a looking glass (….) Mama’s gonna buy you a dog named Rover / If that dog named Rover won’t bark, Mama’s gonna buy you a horse and cart / If that horse and cart falls down, You’ll still be the sweetest little baby in town

O bebê chora. Bebês choram. Se você comprar um cachorro, anel, cavalo, passarinho ele continuará chorando. Bebês precisam de brinquedos. Mesmo assim será o bebê mais bonitzinho da cidade. Oi?

—————-

Cry Baby Bunting / Daddy’s gone a-hunting / Gone to fetch a rabbit skin / To wrap the Baby Bunting in

O papi vai ali matar um toelhinho pra arrancar a pele dele pra proteger você, nênis!

—————-

London Bridge is falling down (fui pesquisar a original e é gigante, vamos lá), Falling down, falling down / London Bridge is falling down, My fair lady / Build it up with wood and clay, wood and clay, wood and clay, Build it up with wood and clay, My fair lady! (…) E assim vai, nesta ordem:

A ponte de Londres caiu, minha fada (alguem tem uma tradução melhor pra isso?!). Construa com madeira e argila. Mas madeira e argila serão lavadas pela água, minha fada. Entrão construa com tijolo e cimento. Mas tijolo e cimento não vai ficar (?) minha fada, então construa com ferro e aço, mas ferro e aço entortará, minha fada. Então construa de ouro e prata. Mas ouro e prata poderão ser roubados, então bote um homem pra vigiar a noite toda, minha fada. O vigia pode adormecer durante a noite, então de um CACHIMBO PARA ELE FUMAR A NOITE TODA (!!!!)

—————-

Three blind mice, Three blind mice / See how they run, See how they run! / They all ran after the farmer’s wife / She cut off their tails with a carving knife / Did you ever see such a sight in your life as three blind mice?

Três ratos cegos, veja como eles correm. Correram atrás da mulher do fazendeiro, que então cortou seus rabos. Você já viu algo como esses três ratenhos?

Rato cego tudo bem, melhor que um que enxergue. Agora, a senhora sádica? Nunca.

—————-

Little Miss Muffet sat on a tuffet / Eating her curds and whey, along came a spider / Who sat down beside fer / And frightenet Miss Muffet away

A tiazinha tava ali sentadinha no banquinho comendo essas ecas (leite coalhado?! – eu sei mas não sei explicar, eita)
numa boa, na dela. Aí veio uma aranha e MELDELS, a gente não pode parar, fazer pausa, descansar decentemente! E se ela tinha aracnofobia? E se ela realmente se borrou toda? Vem um desocupado e faz uma música com o sofrimento alheio. Ainda bem que o autor não conhecia a barata.

—————-

Goosey goosey gander where shall I wander / Upstairs, downstairs and in my lady’s chamber / There I met an old man who wouldn’t say his prayers / I tok him by the left and threw him down the stairs

Ganso fdp.

—————-

Rub-a-dub-dub three men in a tub / And how do you think they got there? / The butcher, the baker, the candlestick maker / They all jumped out of a rotten potato! T’was enough to make a man stare.

Os mano usaram dorgas, véi

—————————————————————————–

Essas versões são da América do norte, sei que há algumas diferenças nas letras. Mesmo assim eu continuo cantando já que são filhos dos outros mesmo. Por isso eu estou me preparando para entrar em contato com as Kindervers – em alemón.

Medo.

Anúncios
Esse post foi publicado em Aleatórios, Ossos do ofício. Bookmark o link permanente.

8 respostas para Nursery Rhymes

  1. Cintia disse:

    hahaha! só você mesmo Bruna pra achar uma coisa dessa!

  2. Alice disse:

    Eu ri litros! :D

  3. Coca disse:

    Gentem, nem aprenda em alemão.
    Mêda forte!

  4. Miss Cherry disse:

    ahahahahaha
    what about row row row thw boat gently down the stream merrily merrily merrily life’s about to dream, row row row the boat gently down the stream if u see a crocodile dont forget to scream! AH! Row, row, row the boat Gently down the stream Throw your teachers overboard And listen to them scream!!!!!!!!!!!!

    Depois querem saber pq q alunos podem ser tao crueis com professores ne ahahahha

    fair lady pode ser minha querida

  5. Cath disse:

    Olha soh eu sabia que eu poderia contar com vc, eu estou estagiando numa escolinha e nao sei nenhuma musiquinha e eh engracado pq as criancas ficam cantando e pedem pra eu cantar e eu soh fico dando risada hahah valeu, eu vou aprender essas e usar na semana que vem..

    bjussss

  6. Liana disse:

    O Tannenbaum, o Tannenbaum,
    Wie grün sind deine Blätter!

  7. Bruna, a pior e a da LadyBug (minha filha tem esses livrinhos de nursery rhymes aqui e o da Joaninha eu nem mostro pra ela):

    Ladybug! Ladybug!
    Fly away home.
    Your house is on fire.
    And your children all gone.

    All except one,
    And that’s little Ann,
    For she crept under
    The frying pan.

    Joaninha! Joaninha!
    Voe para casa.
    Sua casa esta pegando fogo.
    E seus filhos foram embora.

    Todos menos uma,
    E essa uma e a pequena Ann,
    Ela rastejou,
    Para baixo de uma frigideira.

    Me diga se nao e HORRIVEL? O livro termina com um desenho da little Ann sozinha debaixo da frigideira com a casa pegando fogo! Fala serio, e pra causar inumeros pesadelos nas criancas.

    Enfim, cheguei aqui porque a Cintia do blog Minha Aquarela me indicou o seu blog para o Mundo Pequeno, que e uma lista de blogs de brasileiros no exterior, estou te adicionando a lista da Alemanha! Beijos, Luciana

  8. miriam disse:

    fantástico estou estudando a rub a dub dub

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s