Döner Kebap

Brasil, madrugada, saindo da balada, a fome batendo, sem um miojo em casa: parar pra comer aquele cachorro quente microbiotizado na esquina, que vira a refeição mais saborosa e nutritiva do fim de semana. Aí rola aquela ressaca homérica e você culpa a coitada da cerveja pelo desarranjo.

Seus problemas se acabaram!

O döner é aquela carne carne giratória turca (perdoem-me os gregos que dizem que a parada é grega, na Alemanha döner é turkisch. Aqui grego tem é restaurante de frutos do mar) que fica num espeto giratório, o que podemos chamar de televisão de baladeiro pós-balada:

Os mais comuns são de carne de frango e cordeiro. A mágica do döner não está apenas em descascar e cortar tirinhas deste pobre animal à la compensado. É no sanduba de Itu em que isso se transforma. O pão utilizado é tipo um Pita (mas é turco), na Alemanha chamada de Fladenbrot. Dentro vai esta carne com alface, tomate, cebola, repolho e pepino. Pode acompanhar molho picante ou Zaziki (iogurte), que é grego mas os turcos não assumem…

Churrasquinho grego não! Sanduba turco! Eu diria que o döner é o fast-food mais popular da Alemanha, pelo menos aqui em Hamburg. Não é novidade que a Turquia baixou na Alemanha (tanto que temos até escolas turcas). Um dia cheguei numa loja e perguntei se o cara falava inglês… ele respondeu que não e me perguntou se eu falava turco. Tá né, hm, pois.

As barraquinhas ou lanchonetes Imbiss (fast-foot em alemão) sempre têm döner. Porque? É simples, fácil de fazer (pra quem pede e fica olhando) e barato. Barato quanto? Em Hamburg encontra-se de 2,50€ a 3,70€, enquando um Big Mac sai cerca de 6,50. Lembre-se do parachoque de caminhão do brasileiro pobre no exterior: quem converte não se diverte. Mas um döner é mais saboroso, mais alimentício, maior e ganha no preço x qualidade no Mc Donald’s.

Big Mac + batata média: +- 900 calorias. Duas horas depois você precisa comer novamente.

Döner: +- 650 calorias. Duas horas depois você ainda não consegue se mover.

Este foi um baby-döner, que já mal consegui terminar:

Servidos?

Anúncios
Esse post foi publicado em Coisas da Alemanha, Dicas de Hamburg. Bookmark o link permanente.

10 respostas para Döner Kebap

  1. karine smith disse:

    Em post pra gente gordinha eu comento!
    Diliçaaaa ! hahahah

    beijooo

  2. Coca. disse:

    Ai que saudades desses sandubas.

  3. Ana Flores disse:

    hmmmmm parece gostosoooooo

  4. caplopes disse:

    Tai uma coisa que eu me arrependeo: comi suuuper pouco Döner. Ficava mais com o Kebab de falafel (que continuo comento uma vez por semana no Brasil :)
    Eu comi muiiiiito Big Mc ai. Lembrando que é 6.50 mas acompanha o refri e a batata!
    Poxa, depois desse post fiquei com vontade!

  5. Cath disse:

    Olha só que saudade do churrasco grego na praça da Sé haha se bem que akele dava medo, mas era bom demais hahaha
    Indiquei seu blog para receber uns selos, não sei como vão repassar esses selos para mim, mas assim que souber como funciona eu volto aki. bjussss

  6. Marina disse:

    Oi!
    gostei do teu blog, mas como grega preciso discutir contigo.
    Donner é a versão turca com cordeiro sendo o principal deles. No caso na grécia nos temos o “gyros” q o original é de carne de porco além do frango. Nos o chamamos de suvlaki e tem versões tb com espetos de carne de porco ou frango. O recheio é de cebola, tomate, tzatziki q é um molho de coalhada seca com pepino e bastante alho e alguns colocam algumas batataas fritas.
    Ah talvez o pão pita é diferente tb dos gregos q tb é chamado de pita.

    os turcos tem o donner, os arabes tem o kebab e os gregos temo souvlaki.

    • brunahagemann disse:

      Geia sou, Marina! Efharisto pela sua contribuição ;-)
      Eu não sou conhecida das comidas dos cantos de lá, mas as informações que aqui passei, foram extraídas de alemães E tio Google, rs.
      O Gyros aqui é bastante vendido, que seria a carne e não o sanduíche. Aqui também tem Falafel, que acredito ser turco. Como disse, aqui tem uma ‘pá’de restaurante gregos, focados para frutos do mar. Com a quantidade de lanchonetes fast-food turcos, acho que eles preferem ficar com os restaurantes.
      Eu fiquei meio assim quando vi que o negócio era turco (a carne no espeto e sanduíche), pois até então pra mim eram gregos.
      Que mistura!!

      Beijocas :-)

  7. Pêtra disse:

    Nossa que vontade que meu de comer um Dönner agora mesmo!!! Isso é bom demais, eu nunca comi o churrasquinho grego aqui no Brasil, porque não tive coragem mesmo, mas esse aí é TUDO DE BOM!!!
    Beijo…

  8. Vanessa disse:

    Eu tenho uma amiga turquissima e ela tb defende o kebab como turco!! contou a mesma historia..
    parabéns pelo blog. To me mudando pra Alemanha mês que vem..
    Medo!! mas to curtindo mto as dicas…

    • brunahagemann disse:

      Oi Vanessa! Obrigada pela visita :-)
      Pois é, eu acho que nem os alemães sabem. O que importa é que foram os turcos que popularizaram o rango por aqui.
      E o que importa maaais ainda é que é barato e delicioso :D

      Boa mudança pra você, viu?
      Beijim!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s